Intercâmbios institucionais

  1. Intercâmbio com outros Programas

Além das atividades desenvolvidas junto ao Programa de Zoologia da USP (São Paulo), através dos dois projetos do programa Casadinho mencionados no item Objetivos Gerais do Programa, o PPGBAN desenvolve atividades de intercâmbio com os Programa de Pós-Graduação em Oceanografia Ambiental (PPGOAM/UFES) e com o recém credenciado Programa de Pós-graduação em Biodiversidade Tropical (PPGBT/CEUNES/UFES). Essa interação se dá através da oferta de disciplinas para alunos do PPGOAM, desenvolvimento de projetos conjuntos e utilização de instalações do PPGBAN. Essas parcerias tiveram início através da participação de docentes do PPGBAN no quadro docente daqueles programas no momento de suas criações. Como esses docentes pertencem às unidades da UFES que sediam aqueles programas e os programas foram criados nas suas áreas de atuação, a participação naqueles programas se deu de forma natural e esperada.

Assim, a participação destes docentes no PPGBAN, anteriormente à criação daqueles programas, permitiu que os mesmos tivessem a oportunidade de adquirir melhores condições de pesquisa e de experiências que colaboraram com a formação dos programas mais recentes.

Atualmente, esses docentes fazem parte dos dois programas e são: Agnaldo Silva Martins, Jean Christophe Joyeux e Luis Fernando Loureiro Fernandes (PPGOAM); Frederico Falcão Salles e Maurício Hostim Silva (PPGBT). Desses, dois são docentes permanentes no PPGBAN e PPGOAM (ASM e JCJ) e um no PPGBAN e PPGBT (FFS). A manutenção desses docentes como permanente nos dois programas tem sido fundamental para o desenvolvimento e diversificação da pós-graduação no Espírito Santo, um estado onde há uma enorme carência na formação de professores universitários e pesquisadores. Reflete também a carência de docentes pesquisadores em instituições que atuam efetivamente no desenvolvimento do ensino e pesquisa no estado. Assim, não deve ser considerada como uma tentativa de incremento artificial da produção científica, mas sim um esforço para ampliar as áreas de formação e difusão da pós-graduação no estado do Espírito Santo.

  1. Convênios institucionais estabelecidos através do PPGBAN

Universidade de Aveiro, Portugal: está sendo firmado no momento um convênio entre esta universidade portuguesa e a UFES, em que ambas as partes promovem complementação mútua, servindo a seu respectivo desenvolvimento institucional, incrementando a sua capacidade docente e de pesquisa.

Museu de Biologia Prof. Melo Leitão: a UFES mantém convênio com esta instituição a alguns anos para promover cooperação em pesquisa, extensão e difusão científica e cultural, e orientação de alunos.

  1. Projetos de pesquisa multi-institucionais: nossos docentes participam de inúmeros projetos em sistema de cooperação bi- ou multilaterais. Destacam-se grandes parcerias em projetos nacionais e internacionais que no conjunto somam mais de 20 milhões de reais. Muitas destas parceiras não resultam em fornecimento de recursos financeiros diretos aos membros do PPGBAN, mas recebemos diversos outros benefícios que seriam difícil mensurá-los financeiramente. Apenas a título de exemplo, parceria de C.O. Azevedo com Brian Fisher da California Academy of Sciences no projeto Madagascar Arthropod Inventory, resultou no recebimento de cerca de 24.000 espécimes de insetos da família Bethylidae, quantidade muito grande quando comparado com os 6.000 exemplares existentes na Coleção de Insetos da UFES. O custo de coleta, triagem e montagem desta quantidade de insetos seria muito alto.

3a) Parceiras Institucionais:

>Centro de Pesquisa e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguêz de Mello: parceria institucional da UFES com este Centro visando a estruturação de uma base oceanográfica no município de Aracruz com diversos laboratório para viabilizar a execução de projetos na área de monitoramento ambiental marinho na Bacia do Espírito Santo, bem como os cursos de graduação e pós-graduação desta área.

>Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico: parceria institucional da UFES com o CNPq para fomentar a formação de recursos humanos em taxonomia e áreas afins pelo Programa de Pós-graduação em Ciências Biológicas (Zoologia), da Universidade Federal do Espírito Santo.

>Universidade de São Paulo: parceria institucional da UFES com a USP para consolidação da Pós-graduação em Biologia Animal (Edital Casadinho CNPq).

3b) Parceiras Internacionais:

>American Museum of Natural History (E.U.A): parceria de L.P. Costa com Marcelo Weksler e Alexandre Percequilo no projeto - A new genus and species of Oryzomyine Rodent from the Brazilian Atlantic Forest (Rodentia: Cricetidae)-.
>American Museum of Natural History (E.U.A.): parceria de C.O. Azevedo com James Carpenter, que envolve pesquisadores de diversos países para estimar as relações cladísticas dos Hymenoptera Aculeata. É um projeto que ocorre dentro do escopo do Tree of Life.
>American Museum of Natural History (E.U.A): parceria de Y.L.R. Leite com Robert S. Voss para estudos sobre filogenia e sistemática de ouriço-cacheiros (Mammalia, Erethizontidae).
>American Museum of Natural History e University of Minnesota (E.U.A.): parceria de Leonora P. Costa com Robert S. Voss e Sharon Jansa no projeto Phyogeny of Neotropical Marsupials (Didelphimorphia).
>American Society of Mammalogists (E.U.A.): parceria de Y.L.R. Leite com Enrique Lessa e outros no Latin American Committee.
>California Academy of Sciences (E.U.A.): parceria de C.O. Azevedo com Brian Fisher para a condução do projeto -Madagascar Arthropod Inventory- financiado dentro do programa Biological Sciences Inventory da National Science Foundation.
>Conservation International (E.U.A.): parceria de Sergio Lucena Mendes com Anthony B. Rylands na elaboração do guia e plano de ação para os primatas da Mata Atlântica.
>Hosfra University (E.U.A.): parceria de J.C. Joyeux com J. Van Tassell no proje to - Sistemática de Gobioidei-.
>Museu Nacional de Ciências Naturais de Madrid (CSIC): parceria de Paulo de Marco com Miguel B. Araújo com um para desenvolver métodos de agregação de modelos de distribuição potencial de espécies que permitirá aumentar a eficiência desses modelos.
>National Center for Infectious Diseases (NCID), Centers for Disease Control and Prevention (CDC) (E.U.A.): parceria de L.P. Costa com Erna Kroon e Giliane Trindade no projeto: - Diagnóstico e caracterização da epidemiologia do Poxvírus Vaccinia no Brasil-.
>National Geographic Society (E.U.A.): parceria de Y.L.R. Leite com Mark Moffett na matéria: -Hotspots: the Brazilian Atlantic Forest-.
>New York University (E.U.A.): parceria de V. Fagundes com Anthony di Fiori, no estudo da diversidade genética em Brachyteles hypoxanthus e desenvolvimento de primers de microsatélites para Atelídeos.
>Ohio State University (E.U.A.): parceria de A.P. Aguiar com Norman Johnson no projeto -Platygastroidea P.B.I-, parte do programa Planetary Biological Inventory da National Science Foundation.
>Texas Tech University (E.U.A.): Parceria de Y.L.R. Leite e V. Fagundes com Jorge Salazar-Bravo em projetos de filogeografia e sistemática de mamíferos.
>The University of Adelaide (Austrália): parceria de A.P. Aguiar com John T. Jennings para estudos de Stephanidae da região Australiana.
>UAE Insetc Project Laboratory (U.A.E.): parceria de C.O. Azevedo com Antonius van Harten para a condução do projeto -United Arab Emirates Insect Inventory.
>Universidad del Oriente Cuba: parceria de F.F. Salles com Carlos Naranjo na co-orientação do aluno de doutorado Dany Daniel González Lazo no projeto -Revisión del orden Ephemeroptera en Cuba-.
>Universidade de Aveiro (Portugal): parceria de L.P. Costa com Carlos Manuel Martins Santos Fonseca do Departamento de Biologia CESAM - Centro de Estudos do Ambiente e do Mar Universidade de Aveiro na co-orientação da aluna de doutorado Rita Gomes Rocha no projeto -Estrutura de Comunidades de Pequenos Mamíferos numa área de transição Cerrado-Floresta Amazônica-.
>Universidade de Florença (Itália): parceria de S. L. Mendes com Cecilia Veracini e Sandro Orlandoni para estudo sobre comportamento do sagui-taquara (Callithrix flaviceps) na região serrana do ES.
>Université Montpellier II (França): parceria de Y.L.R. Leite com Emmanuel J.P. Douzery e Thomas Galewski no projeto -Phylogeny of Echimyid Rodents Using Nuclear Genes-.
>University of California, Berkeley (E.U.A.) e National Museum of Natural History (EUA): parceria de Y.L.R. Leite com James L. Patton e Louise H. Emmons para o projeto -Mammals of South America: Family Echimyidae- que envolve a publicação de um livro pela University of Chicago Press.
>University of Kansas A&M (E.U.A.): parceria de A.P. Aguiar com Michael Engel para o estudo de -New species of Dryinidae (Hymenoptera) from the Amazon Basin-.
>University of Kentucky (E.U.A.): parceria de A.P. Aguiar com Michael J. Sharkey no projeto -Thailandese Arthropoda-, parte do programa Biotic Survey and Inventory da National Science Foundation.
>University of Wisconsin, Madison (E.U.A.): parceria de S. L. Mendes e V. Fagundes com Karen B. Strier no estudo da ecologia, comportamento e conservação do muriqui (Brachyteles hypoxanthus) no Espírito Santo e leste de Minas Gerais.

3c) Parceiras Nacionais:

>Instituto Nacional de Câncer e Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro: parceria de Y.L.R. Leite com Cibele R. Bonvicino para o projeto -The rediscovery and conservation status of the Bahian giant tree rat Phyllomys unicolor (Mammalia: Rodentia: Echimyidae) in the Atlantic forest of Brazil.
>Instituto Nacional de Câncer e Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro: parceria de Y.L.R. Leite com Cibele R. Bonvicino para o projeto -Filogeografia de Potos flavus (Mammalia: Carnivora)-.
>Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia: parceria de A.P. Aguiar com Beatriz W. Coelho para o estudo de -New species of Dryinidae (Hymenoptera) from the Amazon Basin-.
>Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia: parceria de F.F. Salles com Neusa Hamada no projeto -Insetos Aquáticos: biodiversidade, ferramentas ambientais e a popularização da Ciência para melhoria da qualidade de vida humana no Estado do Amazonas-.
>Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia: parceria de F.F. Salles com Neusa Hamada na co-orientação da aluna de mestrado Jesine Netto Falcão no projeto -Baetidae (Insecta: Ephemeroptera) de Roraima-.
>Universidade de São Paulo: parceria de V. Fagundes com Gabriel H. Marroig em projeto sobre Evolução e sistemática de Oligoryzomys (Rodentia, Sigmodontinae).
>Universidade de São Paulo: parceria de V. Fagundes com Yatiyo Yonenaga-Yassuda e Renata Pardini para estudos moleculares e filogenéticos de pequenos mamíferos, financiados por FAPESP, FAPES e CNPq.
>Universidade do Estado do Mato Grosso (Unemat): parceria de F.F. Salles com Helena Ramos Soares Cabette na participação no Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação.
>Universidade Estadual de Santa Cruz: parceria de Y.L.R. Leite com Deborah Faria no projeto Elaboração do Plano de Manejo do Ouriço-preto, Chaetomys subspinosus (Olfers, 1818).
>Universidade Federal de Grande Dourados: parceria de A.P. Aguiar com Rogério Silvestre em projetos de coleta e ecologia de Hymenoptera Parasítica.
>Universidade Federal de Minas Gerais: Cooperação de L.P. Costa e Y.L.R. Leite na curadoria da Coleção de Mamíferos do Departamento de Zoologia como Curadores Associados; Parceria de L.P. Costa e Y.L.R. Leite com Gustavo A. B. da Fonseca no projeto Mapeamento da biodiversidade presente na Serra do Espinhaço como subsidio para definição de outcomes para conservação.
>Universidade Federal de Santa Catarina: parceria de J.C. Joyeux com S.R. Floeter para estudos de conectividade marinha com ênfase em peixes recifais.
>Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro: parceria de F.F. Salles com Elidiomar Ribeiro da Silva no projeto -Ephemeroptera da Região Sudeste do Brasil-; parceria de A.S. Martins com Paulo A. S. Costa para desenvolvimento de projetos sobre dinâmica de populações marinhas; parceria de V. Fagundes com Lena Geise no estudo de filogeografia de roedores do gênero Akodon.
>Universidade Federal do Pará: parceria de J.C. Joyeux com V.I. Nahum para estudos de Dinâmica de comunidades estuarinas de peixes.
>Universidade Federal do Paraná: parceria de J.C. Joyeux com H.L. Spach para estudos de Dinâmica de comunidades estuarinas de peixes.
>Universidade Federal Fluminense: parceria de J.C. Joyeux com C.E.L. Ferreira para estudos de conectividade marinha com ênfase em peixes recifais.
>Universidade Luterana do Brasil (Porto Alegre): parceria de Y.L.R. Leite, V. Fagundes com Alexandre U. Christoff para projetos de sistemática e evolução de roedores dos gêneros Phyllomys, Juliomys e Akodon.
>Instituto Capixaba de Pesquisa e Extensão Rural do Espírito Santo (Incaper): parceria de M.T. Tavares com David dos Santos Martins e Maurício Formazier para o estudo dos himenópteros parasitóides das cochonilhas-do-café e do bicho-mineiro;
>Universidade Federal de São Carlos: parceria de M.T. Tavares com Carlos Roberto Souza-Silva e Ana Lúcia G. B. Peronti para o estudo dos himenópteros parasitóides das cochonilhas cerosas.
>Universidade Federal de Alagoas: parceria de M.T. Tavares com Iracilda Moura de Lima para o estudo dos parasitóides de lagartas de lepidópteros;
>Universidade Federal de Viçosa: parceria de M.T. Tavares com José Cola Zanúncio para o estudo dos himenópteros parasitóides das lagartas desfolhadoras do eucalipo.
>Universidade Federal do Rio Grande: parceria de A.S. Martins com Manuel Haimovici para desenvolvimento de projetos sobre recursos demersais.
>Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Peixes Continentais (CEPTA)- Como avaliadora de Peixes de Água Doce nas listas nacionais de espécies ameaçadas de extinção.

  1. Parcerias com terceiro setor

>BP Conservation Program: consultor para avaliação de projetos por K. Strier.
>CEPF (Critical Ecosystem Partnership Fund): Seminário do Fundo de Parceria para Ecossistemas Críticos - Mata Atlântica em 2004 (Y.L.R. Leite); Seminário Final do CEPF Mata Atlântica durante o -Viva a Mata- em 2007 (Y.L.R. Leite);
>CI (Conservação Internacional): Coordenação do Projeto de conservação da biodiversidade no Estado do Espírito Santo em convênio com IPEMA (S.L. Mendes); cooperação na elaboração do Banco de dados de Mamíferos da Mata Atlântica. (L.P. Costa, Y.L.R. Leite).
>Fundação Biodiversitas: Revisão da Lista Oficial da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção e Revisão da Lista Oficial da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção. 2002 (L.P. Costa, Y.L.R. Leite). Revisão do Atlas de Áreas Prioritárias para a Conservação da Biodiversidade em Minas Gerais em 2003 (Y.L.R. Leite); Revisão das Listas Vermelhas das Espécies da Fauna Ameaçadas de Extinção em Minas Gerais em 2006 (Y.L.R. Leite, L.P. Costa); Revisão da Lista Vermelha das Espécies Ameaçadas de Extinção em Minas Gerais. Grupo Temático: Mamíferos. 2006. (L.P. Costa, Y.L.R. Leite).
>Fundação O Boticário: consultor para avaliação de projetos desde 2002 por S.L. Mendes;
>IPEMA (Instituto de Pesquisas da Mata Atlântica): Coordenação do Projeto de conservação da biodiversidade no Estado do Espírito Santo em convênio com CI (S.L. Mendes); Membro do Conselho Deliberativo (S.L. Mendes, L.P. Costa); membro do Conselho Científico (V. Fagundes, C.O. Azevedo, Y.L.R. Leite, L.P. Costa); Participação na oficina de trabalho da -Lista das Espécies da Fauna e Flora Ameaçadas de Extinção no Estado do Espírito Santo- (todos os docentes);
>L.S.B. Leakey Foundation: consultor para avaliação de projetos por K. Strier.
>Lincoln Park: consultor para avaliação de projetos por K. Strier.
>National Geographic Society: consultor para avaliação de projetos por K. Strier.
>National Science Foundation: consultor para avaliação de projetos por K. Strier.
>NSERC - Canadian Research Council: consultor para avaliação de projetos por K. Strier.
>SBZ (Sociedade Brasileira de Zoologia): membro do Conselho Consultivo e Fiscal de 2000 a 2006 (C.O. Azevedo);
>Sociedade para a Preservação do Muriqui: Diretor de Pesquisa da RPPN - Feliciano Miguel Abdala, Caratinga, MG desde 2005 (K.B. Strier)

  1. Parcerias com setor público

>CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico): Análise de proposta do Programa de Desenvolvimento Científico Regional - DCR, Fixação de Doutores no estado do Pará (Y.L.R. Leite); consultor do CNPq para o Programa de Cooperação Brasil/Alemanha - Mata Atlântica em 2005 e 2006 (S.L. Mendes); parecerista de projetos de diversos editais (vários professores).
>FACITEC (Fundo de Apoio à Ciência e Tecnologia do Município de Vitória): membro do Conselho Científico (C.O. Azevedo); parecerista de projetos de diversos editais (vários professores).
>FAPES (Fundação de Apoio à Ciência e Tecnologia do Espírito Santo): membro do Comitê de Avaliação de Projetos de Ciências Biológicas do Edital Universal de 2007 (C.O. Azevedo, L.P. Costa); parecerista de projetos de diversos editais (vários professores).
>FUNDECT-MS (Fundo de Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Estado do Mato Grosso do Sul): consultor Ad-hoc no Edital Universal/ 2006.
>IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis): Grupo de Trabalho para Conservação dos Pequenos Mamíferos Não-voadores Ameaçados de Extinção (Y.L.R. Leite); membro da Câmara de Ordenamento de Recursos pesqueiros Marinhos (A.S. Martins); Membro do Comitê para a Conservação dos Atelídeos (S.L. Mendes); membro do Subcomitê científico do Comitê de Gestão e Uso Sustentável de Lagostas (A.S. Martins); Membro do Subcomitê Científico de atuns e afins ? SEAP em 2006 e 2007 (A.S. Martins); Assessor científico do Projeto Big Numbers - Brasil ? SEAP (A.S. Martins); Membro da Reunião Técnica para o ordenamento do Mero (E. Itajara) no litoral brasileiro (A.S. Martins).
>ICMBIO (Instituto Chico Mendes): assessor científico (A.S. Martins).
>MBML (Museu de Biologia Prof. Mello Leitão): membro do Conselho Científico (C.O. Azevedo, S.L. Mendes, V. Fagundes); coordenação de projeto de difusão científica da biodiversidade da Mata Atlântica no ES (S.L. Mendes).
>MMA (Ministério do Meio Ambiente): Membro do Subcomitê científico do Comitê de Gestão e Uso Sustentável de Lagostas (A.S. Martins); Coordenador de Prospecção de Estoques Pesqueiros do Subcomitê de Pesquisas para a Costa Central - Programa REVIZEE (A.S. Martins); participação de oficina de trabalho sobre -Atualização das áreas prioritárias para conversação, uso sustentável e de repatriação dos benefícios da biodiversidade da Mata Atlântica- (C.O. Azevedo); participação de oficina de trabalho sobre -Atualização das áreas prioritárias para conversação, uso sustentável e de repatriação dos benefícios da biodiversidade da Zona Costeira e Marinha- (A.S. Martins).
>SECT Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado do Espírito Santo: Membro do Comitê Assessor para a elaboração do Programa de Pesquisa em Ciência e Tecnologia sobre a Biodiversidade do Estado do Espírito desde 05/2005 (C.O. Azevedo, M.T. Tavares, L.P. Costa).

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910